Internações

No Hospital de Base de Bauru as internações são realizadas em casos de urgência e emergência ou em situações eletivas, quando o paciente já passou por um especialista do Hospital e recebeu indicação cirúrgica. Em todos os casos as vagas são reguladas pela Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS), sistema online da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo – SES-SP. No caso de pacientes inclusos no Protocolo AVC (Acidente Vascular Cerebral) para internação no Serviço de Neurologia Clínica, a regulação é feita diretamente pelo SAMU.


Documentos necessários para internação

Para facilitar e efetivar a internação, o paciente ou responsável pelo paciente deverá apresentar os seguintes documentos:

  • Documento de identidade – Registro Geral (RG) do paciente;
  • CPF;
  • Cartão SUS (se possuir);
  • Comprovante de endereço (se possuir);
  • Telefone para contato.

Se o paciente for menor de idade, é obrigatória a apresentação do Registro Geral (RG) do responsável.

Ao ser internado, quais objetos o paciente pode levar ao Hospital?
- O acompanhante poderá trazer para o paciente pertences de uso pessoal para o autocuidado (roupas íntimas, produtos de higiene pessoal, 01 par de chinelo, 01 par de roupas para o dia da alta hospitalar);

- Caso seja de interesse do paciente, poderá trazer 01 aparelho de TV, mediante autorização prévia da supervisão de enfermagem e assinatura do termo de responsabilidade.


Acompanhantes podem levar alimentos ao paciente internado?
A alimentação em ambiente hospitalar é realizada sob a supervisão de profissionais nutricionistas, que estão preparados a orientar e esclarecer dúvidas quanto à dieta, durante o período de internação e alta hospitalar. As refeições servidas devem suprir as necessidades nutricionais do paciente, observando sempre que possível suas preferências alimentares.

Não é permitida a entrada de alimentos no hospital. Todo e qualquer alimento ofertado será providenciado pelo serviço de nutrição que é a dieta adequada e prescrita pelo médico e nutricionista.

IMPORTANTE: informe à equipe assistencial (médicos, enfermeiros e nutricionistas) se for alérgico a algum tipo de alimento.


O paciente pode levar medicamentos ao Hospital ao ser internado?
As medicações de uso contínuo do paciente deverão ser informadas pelo paciente e/ou acompanhante no momento da internação e/ou durante a visita médica e de enfermagem diárias para que haja a manutenção das mesmas (caso profissional médico julgue necessário).

Durante a internação, o paciente recebe as medicações necessárias para seu tratamento. Nenhuma medicação deve ser administrada sem o conhecimento do médico/ equipe de enfermagem.

Caso haja dúvida da continuidade do uso de medicação no momento da internação ou alta hospitalar, solicite ao enfermeiro a presença de um farmacêutico.

IMPORTANTE: informe à equipe assistencial (médicos, enfermeiros e farmacêuticos) se faz uso contínuo e/ou se é alérgico a algum tipo de medicamento.


Como obter informações sobre o estado de saúde do paciente?
As informações sobre estado clínico do paciente devem ser solicitadas no momento da visita médica diária, na unidade onde o paciente está internado.

Nas internações de UTI as informações são repassadas aos familiares das 11h às 12h.

No período de pandemia (COVID-19),  as visitas estão proibidas temporariamente. A senha que é entregue no ato da internação é para o contato telefônico. Para acessar o site do boletim, você precisará fazer um pré cadastro no ato da internação ou por telefone, cadastrando um e-mail válido.  Por esse e-mail você receberá uma senha provisória e o link para acessar o boletim.  No primeiro acesso cadastrará uma senha pessoal definitiva. 

Mediante informação da mesma senha individual do paciente é possível obter também notícias médicas por telefone nos horários de cada especialidade a partir de ligação no número (14) 3231-4784 nos horários:

  • Clínica Médica: 18h às 19h
  • UTI: 11h às 12h
  • Neurologia: 12h às 13h
  • Neurocirurgia: 10h30 à 11h30
  • Ortopedia: 09h às 11h
  • Cirurgia Geral: 12h às 13h
  • Nefrologia: 18h às 19h
  • Demais Especialidades: 09h às 11h


Cuidados especiais durante permanência no Hospital:

A higiene das mãos é a medida mais importante para prevenir infecções. Pode ser realizada lavando as mãos com água e sabão ou friccionando as mãos com álcool em forma de gel. Todas as pessoas que entrarem em contato com o paciente devem higienizar as mãos antes e depois da visita.

Condutas necessárias

  • Não será permitida a entrada de visitantes e acompanhantes que estejam trajando roupas inadequadas ao ambiente hospitalar, tais como: minissaia, mini shorts, decotes e transparências excessivas, bonés, chapéu, capacetes, etc.;
  • Não é permitido ao visitante/ acompanhante sentar no leito do paciente;
  • Não é autorizado ao paciente, visitante e acompanhante realizar a retirada de quaisquer peças do enxoval fornecido ao paciente durante o período de internação;
  • Proibido fumar e fazer uso de bebidas alcoólicas e /ou outras substâncias entorpecentes nas dependências da instituição;
  • Proibido realizar visitas apresentando-se alcoolizado;
  • Proibida entrada de plantas e ramalhetes de flores nas dependências do hospital;
  • Obrigatório o uso do crachá de identificação em local visível pelos acompanhantes e visitantes;
  • Mochilas, bolsas, sacolas serão colocadas em sacos plásticos e lacradas antes da entrada do visitante/acompanhante no hospital. A abertura do lacre antes da saída do hospital poderá implicar na vistoria dos pertences;
  • O Hospital possui guarda-volumes rotativos e chaveados, disponíveis aos acompanhantes/visitantes para uso durante a permanência na instituição;
  • O Hospital não se responsabiliza por pertences pessoais, dinheiro e/ou quaisquer outros objetos de valor (óculos, celulares, TV, outros) de acompanhantes, visitantes;
  • Evitar trazer objetos de valor, visto que a instituição não se responsabiliza por extravios de pertences.


Como o Hospital irá avisar a data da alta?
O hospital comunicará a alta aos familiares via contato telefônico pelo número de telefone fornecido na ficha de internação; em horários de atendimento familiar agendados com a equipe multiprofissional ou durante os horários de visitas.